Cartas sem destino

.posts recentes

. O fantasma da guerra ...

. Descobrindo a Pilar...

. Semana atribulada ...

.arquivos

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

Sábado, 28 de Junho de 2008

O fantasma da guerra ...

Hard live...

(Retirada de nat)

 

 

Pilar sabia do que José António falava ... a guerra, as ameaças, os bombardeamentos, a fome, os refugiados, as crianças com fome, sede, traumatizadas, orfãos .... nunca mais esquecera aquele ano que tinha trabalho naquela Organização Não Governamental como voluntária. Viu muita pobreza, doença, fome, o ponto a que o homem chega para conseguir o poder, a riqueza ... não importa destruir cidades, matar milhares de seres humanos, crianças ficarem mutiladas ... o que importa isso? Interessa é defender uma ideologia, ter a ânsia do poder ... os outros seres humanos são apenas números ...

Estas atitudes dos líderes, dos homens do poder enojavam Pilar. Os alimentos que conseguiam eram sempre poucos, os medicamentos eram uma raridade, ela tinha visto como o instinto de sobrevivência era capaz de transformar os homens em animais quando distribuiam a alimentação ... uma criança tinha morrido nos seus braços ... jamais se esquecerá dela e por mais anos que vivesse essa recordação estaria sempre presente ...

Felizmente, Isabella tinha ficado na capital na sede da Organização, não tinha ido para o campo de refugiados ... quantas vezes Pilar pensava que a sua debilidade emocional após o desaparecido de Gabriel poder-se-ia ter agravado com estas vivências, apesar deste voluntariado ter sido opção de Isabella para fugir , Pilar tinha prometido à mãe da sua amiga acompanhá-la e assim o fez ...

Mas o fantasma da guerra acompanhava-a e quantas noites passava acordada a pensar naquela menina que tinha morrido nos seus braços porque não havia um antibiótico ...

O mundo é mesmo cruel ...

 

publicado por Ennoea às 23:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Descobrindo a Pilar...

 

 

 Metade de mim é AMOR...

 

(Foto retirada da net)

 

Pilar respirou fundo, levantou-se do sofá e dirigiu-se á janela, percebi que chorava.

Ela que se fazia de forte em todas as circunstâncias... agora com estas emoções descritas em simples cartas, via a minha amiga a enfraquecer, a deitar por terra fortalezas que ela construiu ao longo dos tempos.

A saudade da familia, quando estamos distantes, consegue ser perturbadora.

Sempre foi muito agarrada á Mãe, desde que começamos a estudar longe de casa, várias vezes a surpreendi a chorar, de saudades, eu também as tinha, mas evitava lembrar-me, ocupava-me com as minhas actividades, com a minha profissão, o resto guardava para mim, e para o meu travesseiro, que era um bom conselheiro, assim como Pilar, que tinha sempre a resposta e a solução certa para tudo.

Sempre a admirei, e agora que vivíamos juntas e partilhávamos a nossa vida e a nossa profissão, ainda admirava mais.

Não me imaginava a passar por tudo isto sem ela, era a minha força, o meu pilar!

 

publicado por Raquel às 03:30
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Semana atribulada ...

Two women

(Foto retirada da net)

 

Depois daquela leitura emocionante, tivemos ambas uma semana demasiado atribulada. Com uma profissão desgastante como a nossa, de muita responsabilidade e tensão quase nem tivemos tempo de respirar, com turnos desencontrados eu e a Isabella mal nos víamos ... quando ela saía eu entrava, quando ela entrava eu saía ... depois mais a hidroginástica, o cardiofitness e as aulas de canto ... uma correria ...  nem olhávamos para a tal caixa ... aliás para nós ela representava um tesouro ... como aqueles que se descobrem no fundo dos mares cheios de ouro, prata e pedras preciosas ... tínhamos, no entanto, feito uma pequena promessa ... ler as cartas juntas e essa promessa tinha de ser cumprida mesmo que a nossa curiosidade de mulher nos aguçasse o apetite ... promessa é para cumprir ... mas já tínhamos olhado para a escala e visto que no Domingo estaríamos as duas em casa ... e aí teríamos acesso a mais um dos segredos que essas cartas continham ...

 

publicado por Ennoea às 03:30
editado por Raquel em 16/06/2008 às 23:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds